0

Um dueto improvável nas ruas de Brasília

Posted by José Flávio Santos de Carvalho on 20:30
 Quinta-feira, 18 de dezembro

Imagem: http://www.youtube.com/watch?v=_EaCJl3StHg

Fiquei emocionado com a simpatia do músico americano Steve Wonder. O cantor esteve fazendo shows em Brasília e São Paulo, no início deste mês. Steve proporcionou aos brasileiros, e a um especial, um encontro musical, absolutamente improvável entre um grande astro do showbiss e um músico de rua. O encontro aconteceu em uma quadra comercial da cidade de Brasília, no fim da tarde de domingo (8), em frente a uma confeitaria. Em meio a uma roda de curiosos, que não conseguiam acreditar no que ouviam, formava-se um belo dueto: No sax, João Filho, músico de rua... Na gaita, o fenomenal... Steve Wonder. Como diz João: "As vezes, o artista de rua está ali mostrando sua arte, tem gente que passa e finge que não vê". Steve Wonder, acostumado a tocar em mega festivais, não apenas parou, como também tocou em dueto, com um músico de rua, em Brasília. Valeu, Steve!

Abaixo, apresento matéria falando desse improvável dueto, publicado no site da rádio BandNews Fm.

***

Músico de rua toca com Stevie Wonder

João Filho fez um dueto com o artista americano em Brasília


João Filho, o músico de Brasília que ganhou fama após tocar na rua com Stevie Wonder, parece ainda não acreditar no que viveu no último domingo (8).

Em entrevista à apresentadora Michelle Trombelli, da "BandNews FM", ele, que é bombeiro aposentado, disse que nunca imaginou que isso pudesse acontecer um dia.

"Eu estava almoçando e vi do outro lado da pista, em frente à confentaria que tem lá, dois carros com seguranças encostando. De repente vi um cara descendo com aquela trancinha e pensei: poxa, parece muito o Stevie Wonder", contou ele que sabia que o ídolo tinha se apresentado no Estádio Mané Garrincha no dia anterior.

Assim que se certificou de que era mesmo Wonder, João tentou se aproximar. "O segurança explicou que ele estava lanchando e que não era legal. Minha esposa tentou o contato, o segurança falando em inglês e eu nada de inglês", relembrou.

Mesmo com a negativa, ele permaneceu em frente à confeitaria, onde toca saxofone na porta para atrair os clientes.

"Minha esposa já tinha alertado falando: toca música brasileira que ele gosta de música brasileira. Foi quando um segurança [brasileiro] veio e falou: se tu quiser chamar a atenção dele toca Garota de Ipanema. Quando falaram que ele estava saindo, o coração parecia que ia sair pela boca. Foi quando ele passou com a galera dele e sussurrou alguma coisa com o produtor. Ai ele parou e eu gelei. Falei: poxa, ele parou, e agora? Tiramos a foto, ele continuou parado e eu comecei a tocar Garota de Ipanema. Foi quando ele chamou a produção e pediu para alguém buscar algo no carro dele que eu não sabia o que era, se era o microfone. Ai ele veio com um estojo e para minha surpresa era a gaita".

João chegou a pensar que o astro americano pediria para ele parar de tocar para fazer uma apresentação solo, mas, diferente disso, Wonder começou a tocar com ele. "Eu falei: gente, grava, grava que eu tenho que mostrar para a galera porque ninguém vai acreditar".
Mesmo concentrado, o brasileiro não conteve a emoção. "A lágrima rola, você respira fundo e vai embora. Eu não podia perder aquela oportunidade. Foi um sonho maravilhoso".

Quando já estava indo embora, dentro do carro, Wonder pediu para um de seus funcionários chamar o fã. "O produtor desceu, foi até onde eu estava e disse que ele queria falar comigo, com a minha esposa e minha filha. Chega lá ele pega e tira 200 dólares da carteira e me dá. Eu não acreditei, não pelo valor, mas porque ele teve a preocupação de reconhecer aquele trabalho".

Diante da "caixinha gorda", João quis se certificar de que era aquilo mesmo. "Confirmei o valor porque pensei: o cara é deficiente visual e ele deve ter pensado que puxou 10 dólares, mas ele disse que não, que era aquilo mesmo".

Após a experiência, João postou o vídeo do encontro no YouTube. "Vou aproveitar isso a cada minuto e compartilhar com todas as pessoas que eu puder. Não para causar inveja, nem nada, mas para dizer que vale a pena acreditar no sonho".




0 Comments

Postar um comentário

Copyright © 2009 Cottidianos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates