0

Poema da árvore de natal

Posted by José Flávio Santos de Carvalho on 11:07
Terça-feira, 24 dezembro


O natal é um tempo especial. Há uma energia diferente no ar. As luzes multicoloridas iluminando as cidades, as praças, os parques e os lares. As músicas, as árvores de natal, os presentes, enfim todos os símbolos do natal nos remetem a um tempo mágico. É como se mergulhássemos num gostoso conto de fadas e, quisera Deus, que essa magia nos acompanhasse pelo ano todo. Com certeza, o mundo seria melhor, nós seriamos bem melhores.

Aproveitando toda essa magia natalina, dedico a mensagem abaixo, de autor desconhecido, a todos os leitores deste blog, e, com ela, apresento os meus votos de um FELIZ NATAL! Que os jantares, festas e comemorações, dos quais participarem, nesta data especial, decorram em clima de paz, tranquilidade, esperança e muita fé. Aqueles que, por um motivo ou outro, não irão à festas, recebam igualmente, carinhosos votos de um ILUMINADO NATAL!


Gostaria de agradecer também a colaboração de Meire de Souza Bonetti pela ajuda na escolha da foto que ilustra esse texto e ao cantor Jean Rafael, pela edição da mesma.

Por fim, uma vez que o homenageado dessa noite sagrada, é uma criança, dedico essa mensagem esta mensagem a três amigos em especial: as crianças; Mateus Girio Bertuccio (3 anos de idade) e os irmãos, Felipe Pagano e Silva (04 anos de idade) e Pedro Henrique Pagano e Silva (07 anos de idade). Essas três adoráveis crianças são uma grande força em minha caminhada, mesmo sem terem consciência disso. O jeito das crianças serem sérias é se divertindo e brincando bastante. Nesse sentido, sou muito sério com esses três pequeninos. Lembro de um dialogo que tive com Felipe, no início deste ano. Era domingo de sol quente e nós driblávamos o calor, nos divertindo na piscina, na casa dos avôs dele, Gentil e Toninha.: Eu falei para o Felipe:

_ Felipe, você é meu amigo? Ele me olhou e disse, de forma questionadora.

_ Mas você é um adulto e eu sou uma criança.


_ E daí?, disse eu, querendo dizer o seguinte: Não importa se somos brancos ou negros, ricos ou pobres, grandes ou pequenos. O que importa é o bem que fazemos uns aos outros. Acho que ele compreendeu o que quis dizer, pois não questionou mais nada e continuamos a nos divertir. 

Um grande abraço a todos!





Árvore de Natal

Quisera Senhor, neste Natal,
Armar uma árvore dentro do meu coração
E nela pendurar em vez de presentes, 
Os nomes de todos os meus amigos.
Os amigos de longe e de perto.
Os antigos e os mais recentes.
Os que vejo a cada dia e os que raramente encontro.
Os sempre lembrados e os que às vezes ficam esquecidos.

Os constantes e os intermitentes.
Os das horas difíceis e os das horas alegres.
Os que sem querer, eu magoei, ou,
Sem querer me magoaram.
Aqueles a quem conheço profundamente
E aqueles de quem não me são conhecidos,
A não ser as aparências.
Os que pouco me devem
E aqueles a quem muito devo.
Meus amigos humildes e meus amigos importantes.
Os nomes de todos os que já passaram pela minha vida.

Uma árvore de muitas raízes muito profundas
Para que seus nomes nunca mais
Sejam arrancados do meu coração.
De ramos muito extensos,
Para que novos nomes vindos de todas as partes,
Venham juntar-se aos existentes.
De sombras muito agradáveis
Para que nossa amizade,
Seja um aumento de repouso nas lutas da vida.
Que o natal esteja vivo dentro de nós
Em cada dia do ano que se inicia,
Para que possamos viver sempre o amor
E a fraternidade.
                                                         (Autor desconhecido)

0 Comments

Postar um comentário

Copyright © 2009 Cottidianos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates