0

Coral Pio XI faz 66 anos. Morre, aos 66 anos, o cantor Nelson Ned

Posted by José Flávio Santos de Carvalho on 09:52
Sexta-feira, 10 de janeiro
 
Imagem cedida por Waldemar Zaratini

Segunda-feira, dia 06 de janeiro, o Coral Pio XI, de Campinas completou 66 anos de atividades ininterruptas. Um feito que poucos corais conseguem, e tem mais um detalhe que torna essa história ainda mais bonita: O maestro Oswaldo Antonio Urban, assumiu a regência do coral, três meses após a sua fundação, posto que ocupa até hoje.
Claro que uma data tão especial merecia uma comemoração, uma celebração, e ela aconteceu domingo (05). Um coral que tem como lema: Cantar as glórias do Senhor, não poderia deixar, no dia em que celebra seu aniversário, de louvar a agradecer ao Deus criador, por tão grandes maravilhas.  Fez isso, cantando em uma missa, no domingo pela manhã, na Igreja Divino Salvador, região central de Campinas. As canções entoadas pelos coralistas ecoaram por toda a Igreja, tocando ainda mais os corações do fieis e ajudando-os a rezar. Quando o organista Francisco Emanuelle deu o tom da música e o maestro Urban começou a reger o grupo e os agradáveis acordes passearam pela nave da igreja, vieram à mente as palavras de Santo Agostinho: “Quem canta reza duas vezes”.
Após a celebração da Santa Missa, que terminou por volta do meio dia, os coralistas seguiram para uma churrascaria de cidade onde se fartaram com um delicioso churrasco. Não podia faltar o bolo de aniversário e as velinhas que foram sopradas pelo regente, maestro Urban.
O Correio Popular, jornal da cidade, mantêm uma coluna, chamada carta do leitor, onde, após seleção, publica cartas enviadas por alguns leitores. Dois cantores do Coral Pio XI: Emerson Ribeiro e Oswlado Real , tiveram suas cartas publicadas pelo jornal. Com autorização dos dois, publico abaixo estas cartas, na qual eles abrem seus corações e falam de música, do Coral e do Maestro Urban.
***
Imagem cedida por Oswaldo Real

Dia 06 de janeiro faz parte do ritual de vida do Coral Pio XI, celebrar mais um aniversário, dessa vez faz seus 66 anos, bem como o triunfo de seu regente titular, Maestro Urban, que desde sua fundação, em 1948, viu crescer a sua volta, gestos animados de cordialidade, graças a iluminada prudência e competência musical. Saibam todos que, o prazer de união quando os coralistas se juntam, vem sempre fortalecido pela amizade e emoção entre eles. Que esta data se perpetue e se intensifique sempre mais na alegria e no ardor de estarem sempre unidos, maestro e cantores. Meus cumprimentos.
Oswaldo Real – Professor aposentado

***


A Magia de poder cantar extrapola os limites da alma. Faz bem ao corpo. Encanta a quem ouve. A beleza de poder fazer isso através de um coral, multiplica-se pelo número de coralistas. Imagine-se potencializar essa beleza em dias, em anos. Assim o Coral Pio XI, de Campinas, vem fazendo há sessenta e seis anos ininterruptos. Magia maior? Acrescente-se a presença do maestro Urban, que desde a fundação do coral, em 05 de janeiro de 1948, impõe-se dedicado, disciplinador, professor. Que esse coral Pio XI, verdadeiro patrimônio cultural de Campinas, se perpetue eternamente, agregando e renovando seu quadro de coralistas, cantando a beleza da vida e, acima de tudo, as glórias do Senhor (...)
(Emerson Teixeira Ribeiro – Administrador de empresas)

***

Ainda no domingo (6), o Brasil perdeu uma de suas grandes vozes. Faleceu o cantor e compositor, Nelson Ned. Nelson era conhecido como o “pequeno gigante da canção”. Por que esse apelido? Por causa de sua altura: 1,12m. era pequeno na altura, mas quando cantava... A potência de sua voz era impressionante.
Em 2003, o cantor sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral). Desde então o cantor enfrentava diversos problemas de saúde. Ele teve perda da visão, diabete, hipertensão e dificuldade de locomoção. Na tarde de sábado (04), Nelson Ned foi internado no Hospital Regional de Cotia, região da grande São Paulo. A causa da morte foi uma grave pneumonia. Desde 2013, o cantor estava residindo em uma casa de repouso, chamada Recanto de São Camilo, localizada também em Cotia. O velório do cantor foi realizado na tarde de domingo (05), no cemitério Horto da Paz, em Itapecirica da Serra /SP. Nelson deixou a vida terrena aos 66 anos de idade.
O mineiro de Ubá, no Estado de Minas Gerais, no dia 02 de março de 1947. Surgiu, na década de 60, no cenário da música brasileira, como uma das mais belas vozes românticas do Brasil. O cantor conseguiu projeção internacional ao gravar vários discos em espanhol. Nos Estados Unidos fez apresentações junto com o espanhol Julio Iglesias e o americano Tony Benett. Apresentou-se também numa das casas de espetáculos mais famosas daquele país: o Carnegie Hall, por quatro vezes, sempre com a casa cheia. Ainda no mercado americano, foi o primeiro latino-americano a atingir a marca de um milhão de discos vendidos. Em todo o mundo foram vendidos 45 milhões de discos do cantor. Na década de 90, converteu-se ao neopentencostalismo, passando então a interpretar músicas do gênero gospel.
Todos os grandes jornais brasileiros dera destaque a morte do cantor. O fato também foi destaque na imprensa internacional. Nelson Ned deixa 32 discos gravados. Um de seus maiores sucessos, a canção Tudo Passará, foi gravada originalmente em 1969 e desde então já teve mais de 40 regravações. Apesar de Tudo Passará, ser um de seus maiores sucessos, a música de Nelson Ned que mais me marcou foi uma música que fez em homenagem a infância brasileira, chamada Deus Abençoe as crianças, cuja letra, apresento a vocês logo abaixo:

Deus Abençoe as Crianças – Nelson Ned

Em cada rostinho tão lindo
De uma criança a brincar
Nos parques da minha cidade
No pátio de um grupo escolar
Eu vejo a expressão de alegria
Que me faz sentir tão feliz
São meus irmaozinhos
São brasileirinhos
Crescendo com o meu país
Deus abençoe as crianças
As crianças do brasil
Pra que elas tragam ao mundo
Um amor que jamais existiu
Deus abençoe as crianças
E a juventude também
Um sol de esperança
No mundo surgiu
Raiou a juventude do brasil
Em cada criança que eu vejo
Desperta o meu lado infantil
E eu vou rabiscar nas paredes
Que eu também amo o brasil
Crianças que brincam de roda
Em volta de todo país
São meus irmãozinhos
São brasileirinhos
E eu me sinto tão feliz



0 Comments

Postar um comentário

Copyright © 2009 Cottidianos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates