0

Presidente do STF sai de férias sem assinar mandado de prisão de João Paulo Cunha

Posted by José Flávio Santos de Carvalho on 10:32
Quarta-feira, 08 de janeiro

Imagem: www.jaraguanoticia.com/stf-encerra-processo-e-joao-paulo-cunha-deve-ser-preso.html

Em sua residência, em Brasília, o deputado João Paulo Cunha, esperou o dia inteiro. Ninguém apareceu com o mandato de prisão e ele, conseqüentemente, não podia ser preso, mesmo se quisesse isso. O deputado estava pronto para se entregar, mas sem que fosse expedido o Mandato de Prisão, isso não seria possível.
Aconteceu o seguinte: Joaquim assinou a determinação da prisão do deputado na segunda feira passada, mas saiu e férias sem assinar um documento importante: o Mandado de Prisão. Quando a prisão será realizada? Essa questão é um ponto de interrogação. Quem assinará o documento? A ministra Carmem Lúcia, que substitui Barbosa? Ou o próprio presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), por via eletrônica? Também não se sabe. O que se sabe é aqui no país a burocracia é enorme, até para se assinar um simples documento. No caso da Corte Suprema, o documento, obviamente, primeiramente tem que redigido, depois revisado, em seguida a secretaria judiciária precisa elaborar um ofício que será enviado a Câmara dos Deputados, elaborar uma carta de sentença que será encaminhada a Vara de Execuções Penais, contendo o tempo de prisão e detalhes do processo.
Todos esses procedimentos demoram algum tempo. Ocorreu que chegou o tempo das férias do Presidente do Suprem e, devido a tais procedimentos, o Mandado de Prisão não ficou pronto a tempo. Porém, mesmo em férias, Barbosa pode assinar o documento e, se o caso for considerado urgente, a ministra Carmem Lúcia, que substitui Barbosa durante as férias, também pode expedir o Mandado.
Agora, o que João Paulo Cunha, pode fazer é esperar.

Imagem: http://veja.abril.com.br/noticia/internacional/com-termometros-a-38-eua-se-preparam-para-semana-de-frio-recorde

Fica-me uma indagação: Onde será que Joaquim Barbosa foi passar as férias? Certamente, ele não deve ter ido para os Estados Unidos, pois o clima por lá está frio. Muito frio! Extremamente frio! Uma onda congelante invadiu o país. Temperaturas despencando nos termômetros e ventos furiosos provocam situações curiosas como do presidiário, Robert Vick, de 42 anos, no Estado do Kentucky.  O homem, que havia escapado de um presídio em Lexington, no último domingo, ligou para a polícia e se entregou. Certamente, deve ter achado a cadeia mais agradável do que temperaturas congelantes. O frio é tão intenso que até animais acostumados a baixas temperaturas como os ursos polares e pingüins criados em zoológicos, foram colocados em lugares mais fechados. Há também os transtornos à vida cotidiana, como cancelamento de milhares de vôos, caos nos demais sistemas de transporte, prejuízos ao comercio e ameaça a saúde da população.

Novelas da vida real. Resta-nos, com frio ou sem frio, aguardar as cenas dos próximos capítulos.

0 Comments

Postar um comentário

Copyright © 2009 Cottidianos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates