0

O cobiçado ouro negro brasileiro

Posted by José Flávio Santos de Carvalho on 23:49
Segunda-feira, 09 de setembro


Imagem: http://www3.uol.com.br/xml/midiaindoor/economia/petrobras-e-notificada-sobre-cancelamento-de-concessao-na-argentina-empresa-relata-que-cumpriu-contrato.htm


Estariam os Estados Unidos da América, roubando segredos de companhias estrangeiras com a finalidade de oferecer vantagens competitivas a empresas americanas ou aliadas?

O programa Fantástico, exibido pela Rede Globo de Televisão, aos domingos, no horário nobre, trouxe no último domingo (08), com exclusividade, reportagens, que revelam e denunciam fatos gravíssimos e que afetam a soberania nacional. A reportagem foi assinada por Gleen Grenwald e Sonia Brid e é fundamentada em documentos vazados, entregues a Greenwald, por Eduard Snowden, em junho deste ano, na cidade de Hong Kong.

Segundo a reportagem, a espionagem, dessa vez, não queria saber de nenhum terrorista, mas sim, do ouro negro brasileiro: o petróleo. Conforme documentos ultrassecretos, a rede privada de computadores da PETROBRAS (Petróleo Brasileiro S.A) – empresa estatal brasileira do ramo energético foi espionada pela NSA, Agência de Segurança Nacional Americana.

Os documentos foram mostrados em uma apresentação feita em maio de 2012, durante o treinamento de novos agentes. Durante o treinamento, os novos candidatos a espiões aprendiam todos os detalhes da espionagem nas redes de computadores. O nome da empresa brasileira aparece logo no início da apresentação, sob o título: MUITOS ALVOS USAM A REDE PRIVADA.

Durante a exibição dos documentos nota-se que, não apenas a PETROBRAS aparece como alvo, mas também o Google – provedor de e-mails e de serviços de Internet. A rede do Swift – Cooperativa que reúne mais de 10.000 bancos de 212 países e regula as transações financeiras internacionais para telecomunicações – e a rede privada do Ministério de Relações Exteriores da França, também caíram nas malhas da espionagem.

As informações contidas nestes documentos Top Secrets (Ultra Secretos) estavam disponíveis, para cinco países aliados na espionagem; EUA, Inglaterra, Austrália, Canadá e Nova Zelândia, chamados de five eyes (cinco olhos).

As informações são bem fundamentadas, o que demonstra que essa espionagem já vinha sendo feita regularmente há algum tempo. E é possível compreender o interesse do governo norte-americano em espionar a estatal brasileira, se levarmos em conta a importância que a empresa possui no cenário nacional e internacional e pelos projetos que ela desenvolve.

O faturamento anual da PETROBRAS é de cerca de 281,3 bilhões de reais, maior, portanto, do que a arrecadação de muitos países. Além disso, a estatal brasileira tem a posse do pré-sal, uma das maiores reservas petrolíferas, praticamente inexploradas pelo homem. Esses campos petrolíferos estão em alto mar a cerca de 2.000 metros de profundidade. Segundo estimativas, nesses tesouros escondidos no fundo do mar estão guardados cerca de 80 bilhões de barris de petróleo e gás, fato que coloca o Brasil em posição privilegiada em relação aos países que possuem reservas petrolíferas.

A reportagem de Gleen e Sonia chama a atenção ainda, para o fato de que a PETROBRAS possui conhecimentos estratégicos em negócios que envolvem muito dinheiro. Como é o caso do Leilão do Campo Petrolífero de Libra, um mega campo de petróleo, localizado na bacia de Santos, no Estado do Rio de Janeiro. Dessa transação a empresa brasileira conhece, e muito bem, cada lote. Se essas informações tiverem sido vazadas algum interessado pode levar vantagem sobre outros concorrentes do leilão.

Imagem: http://engineeringevil.com/2013/09/05/brazilian-president-fuming-after-finding-out-nsa-read-her-emails/

No domingo (01), o Fantástico já havia apresentado reportagem dos mesmos autores, denunciando que a presidente do Brasil, Dilma Rousseff e seus principais assessores também haviam sido espionados pela NSA. Na quinta-feira (05), Dilma encontrou-se com Obama em solo Russo, por ocasião da reunião do G20 – grupo dos 20 países mais desenvolvidos do mundo. Por ironia do destino, ou por artimanha de algum cerimonial, os dois sentaram-se lado a lado. Pelas imagens do encontro, via-se uma Dilma magoada e um Obama constrangido. Mais tarde, em encontro reservado a presidente do Brasil pediu explicações ao presidente norte-americano. Obama prometeu as explicações para esta semana.

Coincidentemente, na semana passada a ANS divulgou uma reportagem no jornal americano Washington Post, dizendo que a NSA não prática espionagem econômica de forma alguma. Se isso é verdade, fica a pergunta: Porque é que a NSA teve como alvo de espionagem a PETROBRAS?

A questão é séria e merece ser discutida, mais do que isso, é necessária que providências sejam tomadas. Trata-se de uma questão de soberania nacional e do respeito que deve haver entre países parceiros.


O governo americano prometeu dar explicações ainda esta semana. Estamos ansiosos por sabê-las.

0 Comments

Postar um comentário

Copyright © 2009 Cottidianos All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive. Distribuído por Templates